laser

Departamento de Cirurgia Vascular e Endovascular
Hospital de Ensino da Santa Casa de Misericórdia de Limeira
Programa de Residência Médica em Cirurgia Vascular e Endovascular
Chefe do Serviço :Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto

           
    >Home
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
borda

 

 

Projeto Pedagógico

Hospital de Ensino da Santa Casa de Misericórdia de Limeira
Departamento de Cirurgia Vascular e Endovascular
Miguel Francischelli Neto MD PhD
Chefe do Serviço

O Desafio da  Construção de um Serviço de Referência no SUS
Tradição
O Hospital de Ensino da Santa Casa de Misericórdia de Limeira tem tradição na  Assistência de Alta Complexidade em Procedimentos Vasculares e Endovasculares  Extracardíacos,  sendo nesta última área um dos primeiros serviços a se instalar no país.
Pioneirismo
O Hospital de Ensino da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira realizou a primeira cirurgia endovascular no Brasil através do SUS, uma “Angioplastia Ilíaca”.
Tem o Programa de  Residência Médica em Cirurgia Endovascular credenciado pelo MEC mais antigo em atividade no país.
 Introduziu no Brasil a técnica de Crioescleroterapia no tratamento das telangiectasias e desenvolveu o primeiro equipamento do mundo para a sua prática em colaboração com a UNICAMP.
Participou das primeiras pesquisas sobre Laser Endovascular no tratamento de Varizes , também em colaboração com a UNICAMP.
É referência científica no Brasil em Doenças Venosas
Introduziu no país a técnica de  controle da Hiper-hidrose com a toxina Botulínica.
Sua equipe já  produziu centenas  de trabalhos científicos, apresentados e/ou publicados em congressos e periódicos
Foram escritos no serviço cerca de 8 capítulos em vários livros da especialidade.
Foram produzidos no serviço 3 cursos em DVDs para médicos
Sua equipe é frequentemente convidada para ministrar conferências e cursos em todo o Brasil
Frequentemente o serviço recebe visitantes do Brasil e Exterior para conhecer técnicas aqui aplicadas.
 É um dos mais antigos e maiores  serviços de cirurgia Vascular em Atividade no interior de São Paulo
Ensino
O Hospital de Ensino da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira é credenciado como hospital de ensino por  portaria do MEC.
Mantêm em atividade 13 programas de Residência Médica todos aprovados pelo MEC. Mantém programa de internato para estudantes de quinto e sexto ano da graduação em Medicina.
O Departamento de Cirurgia Vascular tem em atividade dois programas de formação especializada, em Cirurgia Vascular e em Cirurgia Endovascular, ambos credenciados definitivamente pelo MEC. Na área de Cirurgia Endovascular tem o mais antigo programa em atividade no país, com a duração de 1 ano, onde o Médico Residente pratica os procedimentos endovasculares sob supervisão de 5  Cirurgiões Endovasculares habilitados pela AMB, Sociedade Brasileira de Radiologia e Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Endovascular.
Porta de Entrada Exclusiva através do Serviço de Emergência do hospital e através de ambulatórios próprios da  Secretaria Estadual e Municipal de Saúde
Todos os pacientes do SUS, que tem acesso a Cirurgia Endovascular e Cirurgia Vascular, provem do Ambulatório Regional de Especialidades Médicas da Secretaria Estadual da Saúde- DIR XV, da Central de vagas do DIR XV, ou do Ambulatório de Cirurgia Vascular da Secretaria Municipal de Saúde de Limeira. Isto deixa bem caracterizado o compromisso do hospital e do Departamento de Cirurgia Vascular com o atendimento público.
Resolutividade
Um dos maiores problemas do sistema público de saúde é a Resolutividade. O Departamento de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital de Ensino da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira apresenta os mais altos índices de Resolutividade, que podem ser comprovados pela central de vagas do DIR XV, recebendo pacientes de toda a região e de regiões mais distantes  e não encaminhando para outros locais. Todos os pacientes após alta retornam para os serviços públicos para acompanhamento.
Investimentos em equipamentos
O setor de Cirurgia Endovascular conta com equipamentos de última geração, obtidos com recursos próprios,  para a prática da Cirurgia Endovascular e Angioradiologia.
Investimento de Recursos Humanos
O Serviço de Endovascular conta com 5 experientes cirurgiões endovasculares, todos habilitados em Área de Atuação em cirurgia endovascular pela AMB. Além de Anestesistas, Clínicos, Cirurgiões Vasculares, Intensivistas, Cirurgiões Cardíacos e serviço de enfermagem e auxiliares, perfeitamente integrados e em plena atividade. Estes profissionais   trabalham como  uma equipe coesa, eficiente  e bem estruturada
Publicações Científicas
O serviço tem intensa atividade científica, com publicação de capítulos de livros, apresentação em congressos, publicações em revistas médicas, realização de cursos no serviço e em congressos, realização de várias conferências, edição de cursos para médicos em DVDS. Seus médicos são frequentemente convidados para palestras em todo o país  e participam de bancas de tese.
Formação Especializada e Pedagógica
O departamento de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital de Ensino da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira conta com 3 Cirurgiões Endovasculares, 2 Cirurgiões Vasculares e Endovasculares, 5 Cirurgiões Vasculares. Possuem titulação acadêmica, sendo 1 Doutorado e 2 mestrados. Todos têm Residência Médica e títulos de especialista pelo MEC e /ou AMB
Perfeita Interação do Sistema Único de Saúde Público e Privado
O serviço de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital de Ensino da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira conseguiu realizar uma perfeita estruturação de atendimento, onde a palavra, Único, pilar do sistema público de Saúde Brasileiro foi levada a sua melhor interpretação. O público e o privado inter-relacionados, considerando atendimento universal, mas com Qualidade e Resolutividade. Os ambulatórios públicos municipais  da cidade sede, o Ambulatório de Especialidades da Secretaria da Saúde e a central de vagas do DIR XV, que reúne outros municípios de região e recebe solicitações são a porta de entrada e saída do sistema. Todos os pacientes são atendidos nos ambulatórios e após alta são acompanhados por cirurgiões vasculares em ambulatórios especializados, pertencentes ao Estado de São Paulo ou ao município. O ARE de Limeira tem fichas informatizadas em rede com o Hospital de Ensino da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira. Assim sendo o prontuário do paciente no ARE pode ser acessado no hospital e o prontuário hospitalar pode ser acessado no ARE. Um programa para computador  totalmente desenvolvido no departamento e já apresentado em  congresso de Cirurgia Vascular, permite a integração, que economiza tempo dos profissionais e gastos com exames duplicados, e melhoram a qualidade do atendimento.
Transparência de Condutas.
Todos os casos submetidos a procedimentos  vasculares e endovasculares são discutidos em reuniões  semanais com os Médicos Residentes e Médicos do serviço e as condutas são estabelecidas após discussão clínica.. Existe total transparência, sendo indicado para procedimentos endovasculares os pacientes que preenchem os requisitos de protocolos internacionais e nacionais.
Qualidade
Sabemos que hoje oferecemos um dos melhores atendimentos públicos na área de Cirurgia Vascular e Endovascular em todo o país, e seguramente somos um dos mais bem estruturados serviços oferecidos ao SUS nesta área. Nossas estatísticas de resultados estão entre os melhores números do país . Nossos Cirurgiões são  reconhecidos e convidados para conferências nos mais importantes conclaves médicos da especialidade em todo o país.  Tanto em  Cirurgia Vascular Arterial, como Venosa e em Cirurgia Endovascular possuímos recursos humanos médicos da mais alta formação acadêmica.
A Construção de um serviço de referência no SUS
O serviço de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital de Ensino da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira foi construído lentamente, por mais de 30 anos,  movido muito mais pelo ideal de seus fundadores e atuais profissionais do que por motivos econômicos. O apoio recebido até hoje, embora presente, foi sempre menor do que o necessário, o que não nos desanimou, mas sim estimulou para enfrentar as dificuldades e o desejo de aumentar  e melhorar o atendimento público. Conseguimos nos tornar um serviço de referência da cirurgia vascular reconhecido em todo o país e continuamos  ambiciosos quando se trata de crescer, mas principalmente somos desejosos de um serviço de alta qualidade e justo, aonde um paciente do SUS, pode ser atendido, assim como qualquer outro paciente conveniado  ou particular.

Histórico do Serviço

A cidade de Limeira, com cerca de 300 mil habitantes,  localiza-se em um privilegiado entroncamento rodoviário, estando situada entre as rodovias Anhanguera, Washington Luiz e o novo prolongamento da Rodovia dos  Bandeirantes, está  a 140 Km da capital de São Paulo. A região onde se localiza o município  é a  mais populosa e desenvolvida do estado, depois da  Região Metropolitana de São Paulo. Existia a necessidade de novos centros de excelência para a clientela de  atendimento terciário na região. A cidade, os hospitais e médicos, assumiram esta  tarefa, e hoje é muito grande o número de pacientes que aportam na cidade, vindos da região e de outras partes do país, em busca de atenção  médica em várias áreas. Para isso contribuíram o tradicional hospital da Irmandade da  Santa Casa de Misericórdia de Limeira, hospital de referência regional e Hospital de Ensino por portaria MEC, e o Ambulatório Regional de Especialidades da Secretaria da Saúde do Estado de São  Paulo (que atende uma grande população referenciada .  O Departamento de Cirurgia Vascular da Santa Casa de Limeira, com apoio do  Ambulatório Regional e mais recentemente do Ambulatório Municipal  vem respondendo a esta tendência e já há muitos  anos presta atendimento de referência, recebendo pacientes vasculares de todo o país, o que elevou o número de médicos do departamento e o número de leitos para atender à crescente demanda e ao aumento de complexidade dos casos tratados. O Departamento têm presença significativa no cenário da especialidade ,  com vários trabalhos científicos apresentados e publicados, teses defendidas e orientadas e palestras sendo apresentadas em Congressos e Simpósios, além de participação em bancas de teses universitárias. Em 1999, foi aprovado pelo MEC o programa de Residência Especializada em Cirurgia Vascular Periférica, que se iniciou em 2000 com 2 vagas, estando em formação a sétima  turma  de cirurgiões vasculares e quarta turma de Cirurgiões Endovasculares.

Tradição Médica  de uma Comunidade e de um Hospital

Adolfo Lutz, clinicou em Limeira de 1883 a 1888, deixando a cidade a convite do governo americano. Limeira foi o único lugar  onde o grande médico clinicou, dedicando-se depois de sua volta ao Brasil, exclusivamente a pesquisa. A tradição em cirurgia da cidade remonta ao século XIX, quando  Antonio Cândido de Camargo, o grande cirurgião da história da medicina paulista iniciou suas atividades no Brasil, em 1893,  onde foi chefe do serviço  de cirurgia da Santa Casa de Limeira por 15 anos. O hospital foi o maior centro nacional de cirurgia neste tempo, assim, nesta cidade aportavam para assistir suas cirurgias grandes médicos como Miguel Couto, Pereira Barreto e Fabrício Vampré. Em Limeira, recebeu a visita do Prof. Arnaldo Vieira de Carvalho, que o convidou para ser o chefe de cirurgia da  Santa Casa de Misericórdia em São Paulo e depois primeiro professor de Clínica Cirúrgica da “Casa de Arnaldo”, que seria o núcleo da Faculdade de Medicina da  USP. Embora perdendo o grande cirurgião para a capital, o hospital e a cidade mantiveram sua tradição de apoiar o desenvolvimento da cirurgia. O Serviço de Cirurgia Vascular Periférica da Santa Casa de Limeira foi criado em 1974 pelo Dr. Nelson Madrid, que foi o primeiro especialista da área à clinicar no município. Na mesma época foi criado o Serviço de Radiologia Vascular, que realizava os exames angiográficos para a prática da cirurgia arterial. Assim foram realizadas as primeiras cirurgias arteriais em Limeira. Em 1982, o Dr. Miguel Francischelli Neto,  após Residência Médica em Cirurgia Vascular no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP  entrou para o serviço. Posteriormente o Dr.  Francischelli, com a apresentação de 2 teses na Disciplina de Cirurgia Vascular da  Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, obteve os títulos de Mestre e Doutor e atualmente é o chefe do serviço e o coordenador dos Programas de Residência.  Posteriormente, entraram para serviço o Dr. Paulo Roberto Zampoli, o Dr. Sergio Braga Junior, o Dr. Rubens Junqueira Emboaba e  a Dra. Carla Bosnardo e mais recentemente o Dr. Lucas Miquelin, formado no serviço e que faz  parte das equipes de Cirurgia Vascular e Endovascular.  Foi ampliado o Serviço de Radiologia Vascular e incluída no departamento  a  Cirurgia Endovascular, com equipe chefiada  pelo Dr. Crescêncio A. Cêntola, e do qual fazem parte o Dr. Rafael A. Gomes Garzon , o Dr. Luís Gustavo Hernandez e a Dra. Raquel C. Trovo Hidalgo. Este setor  conta com equipamento de ponta, o GE modelo Advant LX Plus digital onde são realizadas todas as avaliações angiográficas e procedimentos endovasculares do departamento. O atendimento médico no serviço  é  totalmente informatizado com uma rede que integra todas as instâncias de atendimento, incluindo o ambulatório municipal, o ambulatório estadual e o hospital regional, com protocolos de avaliação,  conduta e acompanhamento, em regime de prontuário único,  com fichas informatizadas em  doenças arteriais, venosas, úlceras varicosas e pé diabético. Este programa pioneiro, desenvolvido no departamento  permite o acompanhamento do paciente em todos os estágios de atendimento, pré, na internação e pós internação e facilita o desenvolvimento de pesquisas científicas, ensino  e avaliação de qualidade. O serviço realiza pesquisas  nas áreas arteriais e venosas havendo publicado e apresentado em congressos inúmeros e significativos trabalhos. O Serviço  de Cirurgia Vascular da Santa Casa de Limeira, hoje,  é um dos maiores serviços de cirurgia vascular em hospital privado do interior do  Estado de São Paulo.  Realiza todos os procedimentos da área de cirurgia vascular e endovascular de pequeno à grande porte, e recebe pacientes de todo o país, além de participar do cenário nacional com expressiva produção científica. O departamento de Cirurgia Vascular está   à altura da História da Santa Casa de Limeira .


Médicos do Serviço de Cirurgia Vascular e Endovascular
Hospital de Ensino da Santa Casa de Misericórdia de Limeira

Miguel Francischelli Neto MD PhD
Chefe do Serviço
Coordenador do Programa de Residência Médica em Cirurgia Vascular Periférica e Cirurgia Endovascular
Graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Residência Médica em Cirurgia Geral e Vascular no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo 
Mestre em Cirurgia pela Universidade Estadual de Campinas
Doutor  em Cirurgia pela Universidade Estadual de Campinas
Especialista em Cirurgia Vascular pela AMB e Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular
Responsável pelo Ambulatório de Cirurgia Vascular do Ambulatório  Regional de Especialidades da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo – DIR XV

Dr. Rubens Junqueira Emboaba
Chefe de Clínica - Preceptor Chefe  
Graduado pela Universidade Estadual de Campinas
Residência Médica em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular pela Universidade Estadual de Campinas
Especialista em Cirurgia Vascular MEC
Responsável Ambulatório  Vascular Secretaria Municipal de Saúde de Limeira

Dr. Nelson Madrid
Fundador do serviço
Graduado pela Faculdade de Medicina da Praia Vermelha- Rio de Janeiro
Especialista em Cirurgia Vascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular

Dra Carla Bosnardo 
 Coordenadora Científica -  Preceptora
Graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Residência Médica em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular na Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Mestre em Cirurgia pela Universidade Estadual de Campinas
Especialista em Cirurgia Vascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular

Dr Paulo Roberto Zampoli
Preceptor
Especialista em Cirurgia Vascular pelo MEC
Graduado pela Faculdade de Medicina de Bragança Paulista
Residência Médica em Cirurgia Geral e Vascular no Hospital Jaraguá- São Paulo

Dr Sergio Braga Junior
Preceptor
Graduado  pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Especialista em Cirurgia Vascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular

Dr. Lucas Miquelin
Preceptor
Graduado pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos da Fundação Lusíada
Residência Médica em Cirurgia Vascular no Hospital de Ensino da Santa Casa de Misericórdia de Limeira
Residência Médica em Cirurgia Endovascular no Hospital de Ensino da Santa Casa de Misericórdia de Limeira
Especialista em Cirurgia Endovascular – MEC
Especialista em Cirurgia Vascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular

Dr Crescêncio A. P. Cêntola
Preceptor Chefe - Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular
Responsável pelo serviço  de Radiologia Diagnóstica e Intervencionista
Especialista em Cirurgia Vascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Radiologia

Dr Luis Gustavo Hernandez
Preceptor
Médico do serviço de Radiologia Diagnóstica e Intervencionista
Especialista em Cirurgia Vascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular
Especialista em Cirurgia Endovascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Radiologia

Dr Rafael A. Gomes Garzon
Especialista em Cirurgia Endovascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Radiologia
Médico do Serviço de Radiologia Diagnóstica e Intervencionista

Dra Raquel C. Trovo Hidalgo
Médica  do Serviço de Radiologia Diagnóstica e Intervencionista
Especialista em Cirurgia Endovascular pela AMB- Sociedade Brasileira de Radiologia


Projeto Pedagógico
Estrutura Atual de Funcionamento do Serviço
As cirurgias eletivas são realizadas pelos membros do grupo, diariamente, e os pacientes são acompanhados na enfermaria e ambulatórios.
Todos os membros do grupo fazem parte da escala de  plantão no serviço de emergência. O hospital possui um cirurgião vascular permanentemente a disposição, e outros cinco  com atividades diárias variadas no departamento. O Setor de Cirurgia Endovascular tem 5 cirurgiões endovasculares e realizam os exames angiológicos e procedimentos endovasculares.
Enfermaria
O serviço está estruturado com uma enfermaria fixa no segundo andar do hospital, com corpo de  enfermagem especializado e treinado para atendimento em cirurgia vascular.
A enfermaria recebe visita diária do cirurgião vascular  responsável pela enfermaria e pelo cirurgião vascular responsável pelo serviço de emergência.  Semanalmente , ocorre uma visita à Enfermaria   com a presença de todos os membros do grupo, seguida de uma reunião científica .
Ambulatórios
Os ambulatórios 1 e 2  são atendidos por membros do grupo, que encaminham os casos para internação quando necessário. Os casos são discutidos na reunião científica e na visita semanal do grupo à enfermaria.
Ambulatório 1
Ambulatório Regional de Especialidades da Secretaria Estadual da Saúde.
O Ambulatório Regional de Especialidades da Secretaria Estadual da Saúde atende a região do DIR 15, com aproximadamente 1,5 milhões de habitantes. É o único ambulatório público de referência para esta populosa região. O serviço de Cirurgia Vascular da Santa Casa de Limeira, atende todos os casos de internação gerados por este ambulatório.
Ambulatório 2
Ambulatório especializado na Secretaria Municipal de Saúde  para atendimento de pacientes portadores de doenças vasculares periféricas. O Funcionamento do ambulatório é com a presença de um cirurgião vascular. São atendidos casos clínicos e cirúrgicos e realizado o pré-operatório e o atendimento pós-internação. Existe sala de pequenos procedimentos, onde são realizados pequenos atos cirúrgicos. São atendidos neste ambulatório pacientes do município de Limeira e encaminhados de outras regiões do país.

Centro Cirúrgico
O serviço conta com sala de cirurgia disponível diariamente para as cirurgias de rotina  e para o serviço  de emergência vascular. São realizados procedimentos cirúrgicos vasculares diariamente.

Serviço de Emergência
O Departamento de Cirurgia Vascular da Santa Casa de Limeira conta com serviço de emergência com a presença de um cirurgião vascular no hospital  durante todos os 365 dias do ano. O serviço de emergência vascular é referência da Secretaria Estadual de Saúde para á área do DIR 15 e outras direções regionais de Saúde.

Reuniões e Visitas Científicas

Além das visitas diárias à enfermaria, é realizada uma visita semanal com a presença de todos os membros do grupo. Os casos são discutidos à beira do leito e os mais complexos selecionados para discussão posterior na Reunião Científica. A Reunião Científica é realizada semanalmente com os casos mais complexos sendo apresentados. Nesta reunião são discutidos padronização de condutas, condutas específicas para os casos clínicos, literatura científica,  propostas de elaboração de protocolos para pesquisa e os casos mais  complexos.

Reunião Magna
Mensalmente é realizada reunião Magna , com  conferência realizada habitualmente por Cirurgião  convidado de outros serviços. A Reunião Magna recebe os médicos e residentes do serviço e são convidados médicos de toda a região.


Programa de Residência Médica
Plano Geral
Os residentes de primeiro, segundo e terceiro ano ( Endovascular)  participarão de todas as atividades do departamento, com atividades práticas nos ambulatórios, centro cirúrgico, enfermaria de cirurgia  vascular e serviço de emergências, além das atividades de estágios obrigatórios em Radiologia Vascular. A Santa Casa de Limeira conta com estas áreas aptas para oferecer estágios aos residentes de cirurgia vascular. Uma reunião  semanal   é  realizada especificamente  para os residentes, que é a  reunião discussão de casos e de complicações e óbitos, onde serão discutidos os casos de má evolução do serviço. Junto com a reunião científica,  são  ministradas semanalmente   aulas expositivas  por membros do grupo. Uma Reunião Magna é  realizada mensalmente com a presença de um professor convidado , que apresentará palestra sobre  temas específicos e controversos da especialidade. A avaliação do residente será pelo desempenho nas atividades práticas e por provas sobre  o conteúdo  das aulas expositivas, seminários e leituras indicadas . Será solicitado ao residente a elaboração de uma monografia, sob orientação de um membro do grupo. A monografia terá peso na avaliação .
 
Objetivos Básicos

Ao Final do Programa Teórico-Prático  o médico residente deverá ser capaz de:
Diagnosticar e tratar as Doenças Venosas, Arteriais e Linfáticas.
Conhecer com profundidade os métodos diagnósticos aplicados às doenças vasculares
Realizar os principais atos cirúrgicos arteriais e venosos da prática rotineira da cirurgia vascular.
Realizar atendimento clínico e cirúrgico nas urgências e emergências vasculares
Realizar exames Angiográficos e Ultrasonográficos aplicados à Cirurgia Vascular
Ter experiência em Pós-operatório de pacientes graves, com vivência de ambiente de Terapia Intensiva.
 Conhecer,  tratar e prevenir as intercorrências e complicações comuns na prática da cirurgia vascular.
Participar ativamente da pesquisa médico científica realizada no departamento.
Conhecer as bases da Pesquisa Médica em Cirurgia Vascular

Programa de Residência Médica
Atividades Teóricas para os Médicos  Residentes
Detalhamento das atividades

O Curso teórico tem como objetivo fundamental o desenvolvimento de um plano de ensino em 4 módulos . O módulo I envolve revisão de ensinamentos básicos aplicados à prática da especialidade, com ênfase em anatomia aplicada à doenças vasculares, fisiopatologia, semiologia e bases do tratamento clínico e cirúrgico. O Módulo II envolve uma padronização das técnicas aplicadas no serviço o módulo III uma revisão das patologias comumente tratadas pela cirurgia vascular periférica. O Módulo IV é voltado exclusivamente para a Cirurgia Endovascular , com destinação mais específica para o Residente de Cirurgia Endovascular , mas também é uma introdução á área para o Residente de Cirurgia Vascular. O conteúdo programático será desenvolvido anualmente dirigido para os residentes de primeiro ano e os residentes de segundo ano  participarão das discussões apresentando trabalhos de atualização da literatura internacional   sobre os temas discutidos. Os residentes de Cirurgia Endovascular participarão obrigatoriamente das reuniões e do Módulo IV e optativamente nos outros módulos.

Ítens do Conteúdo Programático

Módulo I

Introdução ao Curso e História da Cirurgia Vascular
Anatomia Aplicada à Cirurgia e Fisiopatologia do Sistema Vascular
Avaliação do Paciente Portador de Doença Vascular
Métodos Invasivos e Não Invasivos de avaliação vascular
Coagulação, Anticoagulantes e Fibrinolíticos

Módulo II

Padronização de conduta em tratamento de Úlceras Varicosas
Padronização de conduta em tratamento de Pé Diabético
Padronização de conduta em uso de antibióticos em patologias vasculares
Padronização de conduta em pré e pós-operatório de Cirurgia Vascular Periférica
Padronização de conduta em Cirurgia Venosa
Padronização de conduta em Revascularização de Membros
Padronização de conduta em Cirurgia de Aorta
Padronização de conduta em Cirurgia de Carótida
Padronização de conduta em Acesso Vascular
Padronização de conduta em Emergências Vasculares

Módulo III

Varizes Primárias dos Membros Inferiores
Insuficiência Venosa Crônica
Insuficiência Arterial Periférica Crônica
Doenças da Aorta e seus Ramos
O “Pé diabético”
Isquemia Cerebral de Origem Extracraniana
Hipertensão Reno-vascular
Trombose Venosa Profunda e Embolia Pulmonar
Obstrução arterial aguda
Trauma Vascular
Aneurismas Arteriais
Isquemia Intestinal
Angiodisplasias e Fístulas Arteriovenosas
Síndromes Compressivas Neurovasculares do Desfiladeiro Cervicotoráxico
Linfedemas, Linfangites e Erisipelas
Arterites
Arteriopatias Funcionais e Vasodilatadores
Flebologia Estética

Módulo IV
História da Cirurgia Endovascular
Fundamentos Radiológicos
Equipamentos e Meios de Contraste
Introdutores, Fios Guias,  Cateteres, Dispositivos Protetores Cerebrais, Stents, Endopróteses 
Preparo do Paciente
Técnicas Endovasculares de Diagnóstico
            Arco aórtico
Troncos supra-aórticos
Membro superior
Aorta descendente
Aorta abdominal
Artérias viscerais
Membros inferiores
Flebografia e cavografia

Técnicas Terapêuticas Arteriais
            Acesso Arterial
            Doença oclusiva carotídea
            Subclávia e Vertebral
            Aneurisma Aorta Torácica e Ascendente
            Dissecção Tipo B
            Aneurisma da Aorta
            Aneurisma Periférico
            Doença Oclusiva da Aorta
            Artéria Renal
            Femoro-poplítea
            Artérias distais
            Fibrinólise arterial
Técnicas Terapêuticas Venosas
            Filtro de cava
            Fístulas ArterioVenosas para Hemodiálise
Laser Endovascular para tratamento da safena

Procedimentos Docentes para Desenvolver o Conteúdo Programático

As atividades práticas consistem em acompanhar e realizar atos médicos clínicos e cirúrgicos  especializados com a assistência permanente de um cirurgião vascular nas atividades de Enfermaria, Centro Cirúrgico, Ambulatório, Pronto-socorro , Unidade de Terapia Intensiva e Diagnóstico Vascular. Estágios complementares em Cirurgia Cardíaca e Cardiologia Clínica
As atividades teóricas consistem de aulas expositivas, Seminários, discussão de casos, Reuniões de Complicações e Óbitos, discussão de literatura internacional. 

Reunião do Departamento

A reunião semanal do departamento com a presença de todos os médicos do grupo, médicos visitantes,  de professores convidados e dos residentes é um importante meio de contacto com a experiência prática de profissionais que atuam na cirurgia vascular. Os casos mais complexos são discutidos e após ampla exposição dos motivos que levam a uma determinada conduta, decisões são tomadas em conjunto. Professores de outros serviços com experiência relevante são convidados a expressar sua opinião sobre os diversos temas da especialidade. Artigos importantes publicados em revistas médicas são discutidos.

Recursos Didáticos

Recursos Visuais : Quadro negro, diapositivos, transparências, negatoscópio.
Recursos áudio – visuais: Filmes em Vídeo, projeção computadorizada

Formas de Avaliação
A Avaliação é parte integrante do processo de aprendizagem, portanto a avaliação deve ser contínua durante o programa, criando assim um sistema de informação para o docente da eficiência do ensino praticado e da evolução do médico aprendiz.

Estratégias de avaliação a serem utilizadas durante o curso
Prova escrita sobre os temas de Cirurgia Vascular e Endovascular
Conceito, onde são avaliados os desempenhos práticos do residente nas decisões a serem tomadas, nos diversos atos médicos em que toma parte.
Elaboração de monografia sob orientação: Desenvolverá o sentido crítico da avaliação da literatura científica e será uma introdução aos métodos de  pesquisa científica.

Avaliação do Programa de Residência

Ao final do programa, o residente receberá um questionário de avaliação que conterá espaço para opiniões e sugestões.

Atendimento aos Requisitos exigidos pela   Comissão Nacional de Residência Médica

a) Unidade de Internação: 20 % da carga horária anual do Programa
Condição : Requisito atendido

b) Ambulatórios: 20 % da carga horária anual do Programa
Insuficiência venosa crônica:
Varizes essenciais
Síndrome pós-trombótica
Úlceras
Escleroterapia (química, laser)
Arteriopatias degenerativas e inflamatórias
Pé diabético
Doenças Tromboembólicas venosas e trombofilias
Linfopatias
Acessos Vasculares
Outras patologias: Arteriopatias funcionais, Angiodisplasias ,Tumores vasculares
Atendimento sob supervisão discutindo diagnóstico diferencial, exames subsidiários e conduta terapêutica;
Atendimento, acompanhamento e realização de curativos e pequenos desbridamentos sob
supervisão;
Atendimento de novos casos, acompanhamento de casos antigos, exames subsidiários e controle da anticoagulação sob supervisão;
Atendimento inicial sob supervisão, indicação de condutas diagnósticas e terapêuticas;
Atendimento sob supervisão, diagnóstico diferencial e realização de curativos especializados;
Confirmação do diagnóstico, exames subsidiários, acompanhamento das intercorrências e
supervisão da terapia física complexa;
Acompanhamento dos doentes com cateteres (Shiley, Port-o-Cath, Permicath, etc.) e fístulas
arterio-venosas;
Condição : Requisito atendido

c) Centro Cirúrgico 30 % carga horária anual do programa
Para o treinamento de cada médico residente são exigidos, no mínimo, 150 (cento e cinqüenta) cirurgias, sendo o mínimo de 50 (cinqüenta) cirurgias arteriais por ano de programa, e pelo menos 30 % de cirurgias de grande porte:
1-cirurgia de pequeno porte, tais como: acessos vasculares, fístulas arterio-venosas, radiologia
vascular, pequenas amputações e debridamentos: mínimo de 30 %;
2-cirurgias de médio porte, tais como: embolectomias; enxertos fêmuro-poplíteos, fêmuro-femurais, axilo-femurais, ilíaco-femurais, distais; cirurgias venosas; amputações, simpatectomias e radiologia vascular: mínimo de 40 %;
3-cirurgias de grande porte, tais como: cirurgia das artérias carótidas, aneurismas, enxertos aortoilíacos e femurais, re-operações arteriais: mínimo de 30%.
Condição : Requisito atendido

 d) Urgência e Emergência : 10% carga horária anual do Programa
Pronto Atendimento
Pronto Socorro
Intercorrências de pacientes internados
Condição : Requisito atendido

e) Estágios Obrigatórios
Radiologia Vascular
Radiologia Convencional
Radiologia por subtração digital
Flebografias
Unidade de Terapia Intensiva (UTI): Ciclo sob supervisão em UTI de pós-operatório para cirurgias de grande porte
Métodos Diagnósticos não Invasivos
Duplex Scan: Realização de exames sob supervisão nos diversos territórios
Condição : Requisito atendido

f) Estágios Optativos
Cirurgia Cardiovascular
Medicina Física e Reabilitação
Dermatologia
Endocrinologia
cirurgia experimental e microcirurgia
Outros (Transplantes de órgãos, etc.)
Estas opções ficam a critério dos serviços credenciados, sendo oferecidos pela Instituição ou
conveniados que tenham qualidade e supervisão para o aprendizado.
Condição : Requisito optativo , não cumprido integralmente

g) Instalações e Equipamentos:
leitos de enfermaria próprios e de unidade de terapia intensiva;
ambulatório com sala de curativos, funcionando no mínimo 3 vezes por semana, com o mínimo de 10 consultas por dia por médico residente; centro cirúrgico para cirurgias de grande porte da especialidade; laboratório vascular não invasivo: esteira, doppler, ultra-som portátil e direcional com registro; serviço de ultra-sonografia comum e duplex-scan colorido
serviço de radiologia: radiologia vascular convencional e no mínimo angiografia digital de
subtração;
Condição : Requisito atendido

h) Instalações e Equipamentos Opcionais: esteira e termômetro cutâneo; pletismografia;
tomografia computadorizada; ressonância magnética e angioressonância; angioscopia; radiologia vascular terapêutica e intervencionista;
Condição : Requisito optativo , parcialmente atendido

i) Atividades Didático-Científicas: 10 a 20% da carga horária do Programa
Visita semanal à Enfermaria com o Chefe do Serviço e o Corpo Clínico com discussão dos casos internados Reunião científica semanal com aulas, seminários, discussão de artigos de revistas, apresentação de trabalhos científicos e palestras com convidados
Participação assistindo as Defesas de Teses de Mestrado e Doutorado, que porventura ocorram na Instituição, referentes à especialidade.
 Condição : Requisito atendido

j) Metodologia da Avaliação do Aprendizado
Avaliação mensal conceitual pelo preceptor do ciclo, seguindo os critérios: frequência, assiduidade, pontualidade, interesse, ética, relacionamento com paciente, com colegas, auxiliares e preceptores, conhecimento adquirido e participação nos seminários e sessões clínicas;
Prova periódica trimestral escrita;
Apresentação ao final do ano de um trabalho científico em congresso ou publicado em revista ou monografia (opcional).
Condição : Requisito atendido

Relatório sucinto de atividades científicas no ano de 2007

Os preceptores e residentes do serviço participaram e apresentaram trabalhos científicos em vários conclaves   científicos da especialidade.

Preceptores do serviço foram convidados para ministrar conferências , cursos e aulas da especialidades nos mais importantes conclaves brasileiros realizados em 2007, com participações importantes em  Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiânia , Ribeirão Preto e São José do Rio Preto.
Preceptor do serviço foi  convidado para ministrar aula em curso de atualização para especialistas da Associação Paulista de Medicina e Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular em São Paulo
Publicação de capítulo em livro de atualização em cirurgia vascular lançado em 2007.  

Dificuldades
O Departamento de Cirurgia Vascular luta com dificuldades decorrentes do baixo financiamento do serviço público de saúde e falta de apoio público e privado para suas atividades. Seus membros sempre foram  movidos muito mais pela vocação médica do que esperando a justa remuneração e reconhecimento de seu trabalho.  Mas tal situação não pode se perpetuar e o profissionalismo deve ser estabelecido para que haja consolidação dos objetivos atingidos.
O Departamento sempre atendeu as demandas solicitadas indo ao limite de sua capacidade de grupo e individual, mas nos últimos anos forte desalento em toda a  equipe pode ser  observado. Detectamos nos médicos  perspectivas sombrias sobre o futuro e tendência ao abandono deste  serviço baseado no SUS  para se dedicar a iniciativa privada ligada aos convênios e pacientes particulares com remuneração e condições de trabalho mais atraentes. Todo o atendimento público no país vem sendo atingido pelo descaso do poder político.
 Embora tal fato não tenha atingido ainda nosso desempenho , temos justificadas preocupações, pois são  crescentes as   dificuldade de manter os bons e competentes profissionais em suas atividades.Este fenômeno não é exclusivo deste serviço, mas atinge o serviço público em todo o país, onde os melhores e mais especializados e capacitados profissionais se afastam do atendimento público, e se dedicam ao setor privado .
Esperamos que nos próximos anos possamos continuar a ter orgulho do serviço que criamos com grande entusiasmo e espírito aberto, com o que esperamos contar  com as mentes abertas dos homens que mereceram a confiança dos eleitores deste país. A aprovação no Congresso da emenda 29 e da Lei do Ato Médico ( com C maiúsculo ?) que serão o início da revalorização do Médico ( este certamente com M maiúsculo) e a esperança de um financiamento justo para a saúde brasileira.

Novos Objetivos
Criação do Serviço de Métodos Não Invasivos em Cirurgia Vascular
Criação de Centro de Referência em Cirurgias Vasculares de Grande Porte
Criação de Centro de Referência em pé diabético
Criação de Centro de Referência em amputados por doenças vasculares
Aumento do número de cirurgiões em atividade no Departamento; (necessitamos aumento da bolsa para que possamos atualizar valores defasados há mais de 10 anos , e obter recursos para  manter maior número de cirurgiões vasculares em atividade presencial)
Restabelecer o credenciamento SUS ao Serviço Endovascular
Criar nova vaga de Residência Endovascular
Organização  de cursos e jornadas de  cirurgia vascular de  nível nacional